1. Central de Atualidades
  2. Reportagens
  3. E no Brasil? Como estão as crianças?

A criança indígena

O que você faz quando conhece alguém que tem costumes, idéias, cor, enfim,: tudo diferente de você? Demonstra respeito por essa pessoa, tratando-a da mesma forma que gostaria de ser tratado? Então, parabéns! Mesmo sem saber, você já está ajudando a fazer deste planeta um lugar melhor para todos! Mas, infelizmente, a maioria da população mundial não pensa assim.

Ainda há muita gente por aí que não respeita o próximo e trata todos os que são diferentes com intolerância e desprezo. Esse tipo de comportamento foi e continua sendo responsável por grandes tragédias, como a que afeta as crianças tibetanas. Elas têm sua segurança e liberdade ameaçadas em seu próprio país, sendo obrigadas a deixá-lo.

Os pequeninos enfrentam um problema muito parecido com o das crianças indígenas no Brasil. Os povos indígenas, que já estavam aqui muito antes da chegada do homem branco, há mais de 500 anos, vêm sendo tratados como animais, são expulsos de suas terras e dizimados por conflitos e doenças. Estima-se que havia, em 1500, 4 milhões de índios no território que se tornou o Brasil. Hoje, há menos de um quarto desse número. Por quê?

Quantos indígenas existem no Brasil?

Fontes: Instituto Socioambiental / IBGE - Censo 2000

• Mais de 80 etnias foram extintas;
• Na década de 1990, a população indígena cresceu quase seis vezes mais que a população brasileira em geral. Mas, segundo o IBGE, isso não indica necessariamente que os índios estejam vivendo mais e melhor. O aumento pode ter ocorrido por causa da migração de povos de outros países ou pelo fato de os índios, que antes tinham medo ou vergonha de assumir sua etnia, terem passado a valorizá-la;
• A Funai, ao contrário do que diz o censo do IBGE (de onde saíram os dados acima), afirma que há 400 mil indígenas no Brasil. Para Maria Izaura Vieira, que trabalha como enfermeira em tribos de índios e é integrante do Conselho Indigenista Missionário — CIMI —, essa diferença de números pode estar ligada a um problema que ela conheceu no Mato Grosso do Sul (MS): a falta do registro de crianças pela Funai. “Há milhares de seres ‘inexistentes’ naquele estado! Há crianças que não podem freqüentar a escola porque não foram registradas. Só que a Funai tem postos em praticamente todas as aldeias. Até hoje, não consigo entender por que isso acontece”, denuncia.


 

<< anterior próximo >>

 

»

Quantas crianças trabalham no Brasil?
» O mapa da exploração
» Prisão domiciliar
» Cavar para sobreviver
» Faça a diferença
» Pesquisa rápida

»

O órfãos da violência
» "Soldados" do tráfico
» Mocinho e bandido?
» Faça a diferença
» Pesquisa rápida

»

Quantos índios há no Brasil?
» Faltam terras, falta tudo
» Educação e cultura
» Faça a diferença
» Pesquisa rápida

»

Registro civil
» Saúde
» Necessidades especiais
» Condições de sobrevivência
» Vítimas de guerra
» Educação e cultura