O cultivo de soja


O Brasil é o maior exportador de soja cultivada em grandes fazendas monocultoras. Mas, para dar origem a essas fazendas, é necessário dizimar milhares de espécies vegetais, eliminando ecossistemas importantes para a manutenção da vida animal e, assim, alterando a biodiversidade e o clima (a Floresta Amazônica fornece de 20 a 40% da umidade que forma o clima da região central do Brasil). E, das atividades que promovem o desmatamento da Floresta Amazônica, o cultivo de soja é uma das mais lucrativas. Além disso, a infra-estrutura que se criou para o transporte desse grão é também causadora de desflorestamento.

Corel Stock Photos
Fazenda produtora de soja.

O município que tem maior participação nessa atividade na região é Aripuana/MT. E, em Querência/MT, está localizada uma das grandes fazendas de soja do Grupo Amaggi, que é conhecido na região como “o barão da soja e o rei do desmatamento”. A cidade de Santarém, no oeste do Pará, também é um grande centro de produção do grão, e seu poder de expansão de fronteira só tende a crescer, pois os produtores têm capital para tanto e procuram aumentar as áreas cultivadas.

anterior | próximo
   
Desmatamento da Amazônia é o segundo maior da história
A evolução da área desmatada
Monitoramento descobre novos vilões
A retirada ilegal de madeira
Pastos no lugar da mata
O cultivo de soja
A verdade sobre as queimadas