Lula e Serra continuam na corrida pela Presidência

A contagem dos votos confirmou o segundo turno entre os candidatos. Agora, recomeça a busca por alianças que garantam a vitória no dia 27 de outubro.

Os candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e José Serra (PSDB) vão disputar o segundo turno pela Presidência. Lula não conseguiu atingir 50% dos votos válidos mais um, o que garantiria sua vitória já no primeiro turno, apesar de as pesquisas de alguns institutos apontarem que isso era possível até a semana passada. Lula terminou com aproximadamente 46% dos votos válidos, e Serra, com 23,5% (acima do percentual atribuído pelas pesquisas).

Assim que as primeiras prévias começaram a indicar o segundo turno, ainda ontem, ambos os candidatos passaram a negociar alianças para a nova fase da eleição. Lula deve obter o apoio do PSB e de seu candidato, Anthony Garotinho, e também o de Ciro Gomes (PPS), que, na última semana, deu demonstrações de que apoiaria o petista em um segundo turno contra Serra. Serra já anunciou que começa, a partir de hoje (7/10), uma nova ofensiva em busca de aliados. O tucano vai tentar conseguir o apoio integral do PMDB, do PFL e do PPB, partidos que sempre integraram a base governista, mas que buscaram caminhos diferentes no primeiro turno.

Tanto Lula quanto Serra estarão de olho na herança eleitoral de Anthony Garotinho e Ciro Gomes. Por isso, a principal tarefa de Lula é conquistar os votos dados à oposição na corrida presidencial. O apoio da Frente Trabalhista, formada pelo PPS, PSB e PDT, que se fragmentou antes mesmo da eleição de domingo, será um alvo importante. A maioria do PSB deve ficar com Lula, o mesmo devendo ocorrer com o PPS, apesar de o presidente do partido, Roberto Freire (PE), preferir uma aproximação com o PSDB.

Os aliados de José Serra vão redobrar esforços para reintegrar o ex-governador Tasso Jereissati (CE) à campanha de Serra. Tasso seria a alternativa política para atrair os votos de Ciro no primeiro turno. Apesar de coligado com o PSDB, o PMDB dividiu-se no apoio a Serra no primeiro turno, assim como o PFL e o PPB. Os principais entraves à adoção de uma posição partidária consensual em favor de Serra são o ex-senador Antonio Carlos Magalhães e a ex-governadora Roseana Sarney (MA), ambos do PFL. Em caso de vitória de Lula no segundo turno, o pai de Roseana, o senador José Sarney (PMDB-MA), é nome forte para a presidência do Senado.

Mais votados

“Meu nome é Eneas”. Com a frase que o imortalizou como uma das figuras mais emblemáticas da vida política do país, o candidato Eneas (Prona), que desistiu neste ano de se candidatar à Presidência e disputou o pleito para deputado federal em São Paulo, é de longe o mais votado do Brasil. Enéas ultrapassou a marca de um 1,5 milhão de votos em São Paulo e se tornou o deputado federal mais votado da história das eleições no Brasil.

Já o PT, que desbancou o PSDB como a terceira maior bancada na Câmara de Deputados e no Senado, teve, com mais de 10 milhões de votos, Aloizio Mercadante (também de São Paulo) como o senador mais votado nessas eleições.

Leia mais:
>> Conheça o perfil de Luiz Inácio Lula da Silva.
>> Conheça o perfil de José Serra.

 

  ||> Início
||> No dia da eleição
||> Justiça Eleitoral
||> Calendário Eleitoral
||> Glossário
||> Perfil dos candidatos
||> Lula é eleito presidente
Lula e Serra continuam na corrida pela Presidência

A contagem dos votos confirmou o segundo turno entre os candidatos. Agora, recomeça a busca por alianças que garantam a vitória no dia 27 de outubro.

Jovem brasileiro prefere não votar

Pesquisa do Unicef revela que o número de adolescentes em idade eleitoral que irão votar diminuiu da última eleição para a atual.

Presidencialismo x Parlamentarismo
Entenda quais são as diferenças e os benefícios entre os principais modelos de governos no mundo.
Voto Proporcional x Voto Distrital
Qual modelo representa melhor o eleitorado? Por que tanta polêmica em torno dos dois sistemas?
As eleições nos EUA
O país mais democrático do mundo parece ter problemas para eleger seus presidentes. Mas será que essa "bagunça" não é saudável para a democracia?
Problemas Nacionais

Confira a série de Notícias Comentadas que preparamos para que você esteja por dentro das principais questões que o próximo governo terá que enfrentar.