Participação feminina no Brasil

A cada nova eleição a expectativa é que aumente consideravelmente a participação feminina nas legendas dos partidos. Mesmo com a divulgação sobre a Lei de Cotas, de acordo com os últimos dados disponíveis, as mulheres não chegam a ocupar nem 10% dos cargos políticos. “Na Câmara Federal não chegamos a 9%. Alteramos apenas nas Câmaras Municipais onde se elevou em torno de 3 a 5% em relação à eleição passada. Ou seja, não houve resposta às cotas”, destaca Ferreira.
Em 2010, com a obrigatoriedade de cada partido apresentar pelo menos 30% de legenda composta por mulheres, o Brasil terá uma ótima oportunidade para aumentar a representação política feminina e demonstrar que as mulheres têm condições plenas de atuar no campo político. Além disso, os brasileiros contarão com duas mulheres disputando o mais alto cargo do País: a presidência da República. “Acredito que as mulheres devem construir suas regras na política, do nosso ‘jeito de mulher’ ”, explica.