ONGs


Médicos Sem Fronteiras

Surgida em 1971, a ONG Médicos sem Fronteiras atua nos mais diferentes países e surgiu da necessidade de dar voz àqueles que mais sofriam com as guerras, doenças e desastres naturais: as próprias vítimas. Estas morriam, muitas vezes, por causa de conflitos políticos e burocráticos criados por aqueles que deveriam se preocupar com a saúde da população: políticos e funcionários públicos.

Tais entraves poderiam ser facilmente superados em nome da vida e da saúde humana, objetivo primordial da ONG.


Caritas Internacional

A Caritas Internacional, criada em 1897 na Alemanha, tornou-se verdadeiramente mundial em 1951 com a realização da Primeira Assembleia Geral. Hoje se constitui no principal braço católico de ajuda humanitária e está presente em, aproximadamente, 200 países.


Cruz Vermelha

Criada em 1863 por cinco cidadãos da cidade de Genebra, a Cruz Vermelha internacional possui ramificações em todo o mundo (cerca de 185 países) e busca auxiliar as populações que se encontram em situação de risco iminente gerado por conflitos armados ou desastres naturais. Essa organização deu origem ao Crescente Vermelho, sua coirmã no mundo islâmico. Em 1901, o primeiro Prêmio Nobel da Paz da história foi entregue ao idealizador da Cruz Vermelha, o genebrino Henry Dunant.


Viva Rio

Fundada em 1993, como resposta à onda de violência que assolou a cidade do Rio de Janeiro ao longo daquele ano, a ONG já transpôs fronteiras nacionais e hoje conta com escritório no Haiti. Aproximadamente 400 pessoas trabalham nas mais diversas áreas desse país, desde distribuição de água, realização de censo demográfico, treinamento de jovens em primeiros socorros e atividades culturais.