Semana de Arte Moderna






"Queremos luz, ar, ventiladores, aeroplanos, reivindicações obreiras, idealismos, motores, chaminés de fábricas, sangue, velocidade, sonho em nossa arte. Que o rufo de um automóvel, nos trilhos de dois versos, espante da poesia o último deus homérico, que ficou anacronicamente a dormir e a sonhar, na era do jazz band e do cinema, com a flauta dos pastores da Arcádia e os seios divinos de Helena."

   Menotti del Picchia



"A nossa literatura está morrendo de academicismo. Não se renova.
São os mesmos sonetos, os mesmos romances, os mesmos elogios, as mesmas descomposturas que ouço desde os tempos da fundação da Academia."

   Graça Aranha  


"Estamos atrasados 50 anos em cultura, chafurdados em pleno parnasianismo."
"Nenhuma fórmula para a contemporânea expressão do mundo. Ver com os olhos livres."

   Oswald de Andrade



leia as reportagens anteriores