1. Central de Atualidades
  2. Reportagens
  3. A reinvenção do trote
Trote Solidário
     

A reinvenção do trote

Trote é o nome que se dá à comemoração de quem passa no vestibular. Até poucos anos atrás, ele era de uma mesmice de dar dó. Resumia-se a cabelos raspados e rostos pintados, muitas vezes à força. Hoje excessos que podiam acabar mal são coisa do passado.

Já não se faz mais trote como antigamente. A fama de violento ficou para trás. Aquela desculpa de que o trote é um "rito de passagem" ou "que todo mundo já passou por isso" não cola mais na hora de justificar os exageros.

O lema é pôr criatividade, senso crítico e solidariedade onde antes havia violência gratuita e brincadeira de mau gosto. Os veteranos que já deixaram de lado a tradição de constranger e embaraçar os calouros - ou "bixos" - estão descobrindo o prazer de abraçar uma causa social.

Todos saem ganhando. Em vez de intimidação, há uma real confraternização entre calouros e veteranos. Sem falar na chance de pôr em prática o que se aprende na faculdade. Os alunos de administração organizam propostas de patrocínio para os projetos, os de medicina organizam doações de sangue e os de publicidade fazem campanhas educativas. (Veja cartaz feito pelos alunos de Publicidade da USP.)

Essas iniciativas pipocam em todo o país e são tão variadas quanto os sotaques. Há o trote cidadão, o trote social, o trote cultural, o trote ecológico e o trote solidário. Uma pesquisa da empresa júnior da PUC/SP - PUC Júnior - revela que 54% das faculdades brasileiras já adotaram ações sociais na recepção de seus calouros. Somente 4% dos trotes registraram alguma violência.

Assim, os calouros mais acanhados, que na primeira semana de aula queriam distância da faculdade na qual lutaram tanto para entrar, agora são recebidos com tapete vermelho na maioria das faculdades brasileiras.

Leia a seguir:

Entrevista com Mira Vieira, co-autora da pesquisa da PUC Júnior e de dois manuais que orientam os estudantes sobre como fazer um trote solidário.

 



 
Página inicial
   
Entrevista com Mila Vieira
 
Saiba como os alunos praticaram o trote solidário em 2001
  Alunos criam campanha publicitária em defesa do trote solidário
  Veteranos promovem trote solidário na UFJF
  Calouros de Medicina da UFC doam sangue
  Calouros da PUC-SP distribuem preservativos e plantas
  PUC-Minas dá boas-vindas com trote solidário
  PUC-RS incentiva trote social e sem violência
  Unimep extingue trote e recepciona calouros com shows
  Estaduais paulistas recepcionam calouros sem violência